Na segunda ocasião em que estive no México, em 2005, foi coincidentemente no feriado de finados. Para os mexicanos, esse é o dia de celebrar os mortos. Eles acreditam que nessa data, os mortos voltam para visitar os entes que aqui deixaram. É o dia de relembrar histórias, preparar o prato preferido daquele que se foi, montar altares decorados com caveiras de açúcar ou chocolate e comer o pão dos mortos.

Mas de todas as caveiras, a mais famosa  é a Catrina.

La Catrina foi representada por Jose Guadalupe Posada, um dos maiores artistas mexicanos, conhecido por comunicar as insatisfações do homem comum de sua época através de suas ilustrações. A Catrina é uma caveira vestida de modo muito elegante (inspirada na esposa do ditador) e representa que ricos ou pobres, no fundo somos todos iguais, ou seja, um dia todos seremos uma bela caveira!

Na Cidade do México, a tradição não é tão forte como em outras cidades, como Oaxaca. Mesmo assim, pude me deparar com a típica decoração dessa época. Abaixo algumas fotos. Só não tenho nenhuma da Catrina. Uma falha e tanto no meu álbum!

mexico1_518x347_Gmexico2_518x347_Gmexico3_518x347_G