You are currently browsing Vinicius [inquietos]’s articles.

O inquietos está sem novos posts durante algum tempo, mas esta pausa é por um bom motivo. Estamos reformulando o blog, criando uma cara nova, uma identidade nova e tornando o Inquietos uma ferramenta mais funcional, prática e divertida.

A estréia está programada para segunda, dia 27/09.

Anúncios

Sem muito tempo para descansar, após uma manhã incrível no Geyser del Tatio, encaramos o Valle de la Muerte. O Valle é chamado assim porque nada cresce ou sobrevive devido ao seu tipo de solo, e está localizado na Cordillera de la sal, que é bem próximo de San Pedro.

Chegando no local, nossa guia nos informou que começaríamos com uma pequena caminhada de 30 minutos, morro acima é claro! A subida não é dificil, mas para quem acordou as 04:00h da manhã somado a um solzinho de 40º, começa a fazer diferença. Já no topo, o visual é de um cenário incrível esculpido naturalmente e mesclado por rochas e dunas, aonde é possível praticar sandboard. Lá de cima, além de admirar o valle, você também pode observar alguns dos vulcões da região.

Como todos sabem, depois de subir e curtir o visual lá de cima, chegou a hora de descer. E aí que vem a melhor parte. Descer correndo duas dunas gigantes. Com certeza é a parte mais light do tour e aonde rolam algumas das fotos mais divertidas. Lá embaixo, mais uma caminhada rápida até nosso transporte. Nós e mais um bocado de areia depois desta corrida pelas dunas.

Na sequência seguimos ao Valle de la Luna, que foi o passeio menos interessante de todos, não só pelo nosso cansaço, mas também se comparado com os outros locais que visitamos. Depois do pôr-do-sol, hora de descansar!

Quem procura por tranquilidade e espera curtir o final de ano sossegado, a Pousada Barra do Bié está localizada na Estância Climática de Cunha, São Paulo, no Alto Paraíba, a 35km de Parati/RJ e uns 250km da capital paulistana.

A pousada oferece aos seus visitantes, além do ambiente tranquilo, próprio de sua região, uma piscina aquecida, bar, sauna seca à lenha, sala de massagem, Fitness Center e mais 2,5 alqueires de área verde para disfrutar durante sua estadia. Os chalés oferecem também camas king size, aquecimento a gás no banheiro, frigobar e uma diversidade de obras de artistas renomados distribuídas na pousada.

Se a ideia é comemorar o Ano Novo com muita paz, natureza e harmonia, faça logo sua reserva e aproveite o canto dos pássaros e os animais como saguis e porcos-espinhos que circulam livremente entre as árvores, pois esse vai ser o único barulho que você vai encontrar.

Viajar para países vizinhos como Argentina e Uruguay é sempre muito bom. Comer uma parrilla, o churrasco dos nossos hermanos, é melhor ainda. Mas muitas vezes a falta de informação é o que diferencia uma boa de uma má refeição.

Depois de algumas viagens já cansei de escutar as velhas dúvidas, tanto de amigos como outros turistas que se arriscam a pedir cortes que não fazem a menor idéia. As perguntas mais comuns são: O que é isso? Que corte é esse? Como é feito?

Foi lendo uma matéria da Revista Viagem justamente sobre esse assunto que achei interessante compartilhar com vocês a tabela comparativa entre os tradicionais cortes Brasileiros e Argentinos, facilitando assim na hora de fazer o pedido.

Agora é só caprichar na pronúncia. Buen provecho!

Esta tabela foi feita com dados da Revista viagem.

Olá pessoal!
Estivemos ausentes durante estas últimas semanas e de certa forma abandonando o blog e os nossos seguidores de twitter. O motivo desta pausa inesperada tem um bom motivo e se chama São Paulo. Acabamos de deixar nossa tranquila (mas nem tanto) cidade de Porto Alegre para viver em plena agitação de São Paulo.

Agora, já falta pouco para pôr em ordem a nova “Casa dos Inquietos” e seguir assim com novas dicas  de cidades e lugares interessantes que conhecemos nos últimos anos.

E viciados em viajem como somos, obviamente que já estamos planejando a(s) próxima(s). A primeira será o Ano Novo em San Pedro de Atacama, Chile. E a outra, bem, a outra é uma surpresa.

Tarragona, uma cidade situada ao norte da Península Ibérica, foi construída em uma colina de 82 metros que  funciona como um “forte natural” ao lado do mar mediterrâneo, com suas águas tranquilas e azuis.

Com uma grande quantidade de patrimônio artístico e arquitetônico, foi declarada patrimônio mundial pela UNESCO, o que faz da cidade um ponto bastante procurados por turistas. Em uma visita de um dia, você pode ver grande parte das construções históricas, pois a maior  parte delas estão muito próximas, como por exemplo o Anfiteatro Romano, Circo Romano, Foro Provicial, a Catedral e outros. Além disso a cidade conta com um importante porto comercial e com o porto Tarraco, um espaço destinado a receber embarcações de luxo.

É uma cidade perfeitamente comunicada e de fácil acesso. Se você está em Barcelona, recomendamos pegar um trem na estação Barcelona Sants (Sants Estació) ou Passeig de Gràcia. Simples, rápido e econômico, pois o ticket custa 11€, ida e volta. A segunda forma de chegar é por avião, mas essa é válida  apenas para quem vem de Madrid ou de outros países. O aeroporto de Reus fica a 7km.

tarragona1_518x243_m2tarragona2_518x243_mtarragona4_518x243_mtarragona3_518x243_m

Depois do passeio em Girona, fomos para Figueres. A cidade é famosa pelo Museu e Teatro Dalí. Era domingo e quando chegamos o museu já estava fechado. E para nosso azar, não abre nas segundas. Resultado: só vimos o museu por fora.

figueres1_518x243_mfigueres2_518x243_m

Conheci a pouco tempo o restaurante La Masia Can Portell, em Barcelona, indicado por um amigo catalão, de onde tive esta experiência gastronômica.

A calçotada é uma típica comida Catalán, originária de Valls, situada próximo de Tarragona. Servida apenas de janeiro à março, durante o inverno europeu, muitas pessoas vão em busca deste delicioso prato.

Calçotades, nome do prato em Catalão, é apenas um tipo de cebola “Calçot” assada na brasa. Mas não pense que você vai comer apenas cebolas, pois o menu, como em quase todos os restaurantes, é composto de três pratos.

Primeiro prato: se inicia diretamente com as deliciosas cebolas assadas, servidas em uma telha de barro, acompanhadas de pão, tomate e molho. Este prato inicial se come com as mãos e para isso você utiliza luvas plásticas e um babador, isso mesmo, um babeiro.

Segundo prato: quando você já não aguenta mais de tanto comer, se dá conta que ainda tem a carne assada, como uma parilla.

Terceiro e último: a tradicional sobremesa “Crema catalana”, parecida com creme brulet.

Tudo isso sempre acompanhado de vinho, cava e agua. Esse menu atualmente custa aproximadamente 32 euros por pessoa. É sempre muito interessante conhecer hábitos locais! Não esqueça de fazer uma reserva, pois nessa época o restaurante está sempre cheio.

Buen provecho!

calcotada1_518x243_mcalcotada2_518x243_m2calcotada3_518x243_m

Inquietos

Prepare-se, pois nossa inquietude vai contagiar você!

Acompanhe nosso Twitter.

Galeria Inquietos

Categorias